Aprovado o projeto de Lei que dá incentivos fiscais à indústria vitivinícola.

08.27.2015

 

Na manhã desta quarta-feira (26), foi aprovado, por unanimidade, o Projeto de Lei n.º 1.881/2015, que dá importantes incentivos fiscais a indústria vitivinícola.

Atualmente, a taxa tributária sobre o vinho é extremamente alta, próxima a 50% do valor final do produto. Esta alta tributação traz sérias implicações para a competitividade da cadeia vitivinícola brasileira, pois ela encarece o produto frente aos vinhos importados no âmbito do mercado interno, e dificulta muito a exportação desses vinhos para o mercado externo.

De acordo com o texto aprovado, será reduzida a zero a alíquota do PIS/PASEP e da COFINS incidentes na importação e na comercialização do mercado interno de vinhos de uvas frescas e vinhos enriquecidos com álcool.

O Deputado Silas Brasileiro, relator do PL, que contou com o apoio do Instituto Brasileiro de Vinhos – IBRAVIN, agradeceu a aprovação unânime, ressaltando que “a redução da carga tributária sobre a produção de vinhos brasileiros promoverá o desenvolvimento econômico do setor, pois, a diminuição do seu preço final, incentivará o consumo dos produtos nacionais e favorecerá as exportações. Além disto, a medida tem um alcance social muito grande, contribuindo com a geração de mais divisas, de mais postos de empregos e com a permanência do pequeno produtor rural no campo.”

O Projeto ainda passará pelas Comissões de Finanças e Tributação – CFT e de Constituição e Justiça e Cidadania – CCJC e, se aprovado, seguirá para apreciação do Senado Federal. 

 

 

Please reload

Sobre Silas Brasileiro

Estatuto do Idoso 

Colheita do café avança com boa qualidade

23.07.2020

Presidente do CNC fala sobre levantamentos de safra no Agro+ da BAND

21.07.2020

BALANÇO SEMANAL CNC - 06 a 10/07/2020

10.07.2020

BALANÇO SEMANAL CNC — 28/10 a 1º/11/2019

01.11.2019

BALANÇO SEMANAL CNC — 21 a 25/10/2019

25.10.2019

1/3
Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle