Após paralisia em função do cenário político, CNC obtém parecer positivo do secretário Neri Geller s


RECURSOS DO FUNCAFÉ — Frente à paralisia devido às alterações ocorridas na gestão política do Brasil, deparamo-nos com um cenário de travamento das liberações dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) por parte do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Nesta semana, porém, já com a nomeação de Neri Geller na Secretaria de Política Agrícola (SPA), o presidente executivo do CNC, Silas Brasileiro, reuniu-se, na terça-feira, 14 de junho, com o secretário para solicitar medidas que destravassem o repasse do capital ao setor.


Tão logo teve ciência que os contratos para a liberação dos recursos do Funcafé estavam parados em função da falta de assinatura por parte da representação do Governo, Neri Geller rubricou os documentos e deu encaminhamento aos agentes financeiros, para que também assinem, devolvam ao Mapa, que, assim, poderá autorizar o repasse da verba à cadeia produtiva cafeeira o mais breve possível.


O CNC elogia a postura proativa do secretário, em especial no atual momento vivido pela cafeicultura brasileira, que enfrentou um período de chuvas em plena colheita e observa perda de qualidade em parte da safra. Além do fato específico no Espírito Santo, que há mais de dois anos sofre com a estiagem e teve seu potencial produtivo reduzido.


Entendemos e por isso solicitamos que os recursos devem chegar às mãos dos produtores imediatamente, pois isso permitirá que consigamos ordenar nossas vendas ao longo dos 12 meses da safra, sem exercer pressão sobre os preços neste momento de colheita, que, mesmo com a recuperação apresentada recentemente, continuam aquém dos custos em muitas áreas do cinturão produtor.

Leia mais: Balanço Semanal CNC 13 a 17/06/2016

Estatuto do Idoso 

Balanço Semanal

Sobre Silas Brasileiro

  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle