BALANÇO SEMANAL CNC — 13 a 17/11/2017

Cerimônia de premiação do Prêmio Café Brasil ocorrerá em 5 de dezembro; no mesmo dia, CNC realiza reunião para planejar ações de 2018

PRÊMIO CAFÉ BRASIL — A cerimônia de premiação do Prêmio Café Brasil de Jornalismo – 2017 será realizada no dia 5 de dezembro, na Casa do Cooperativismo, a sede da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), em Brasília (DF), a partir das 20h. A data foi definida esta semana por Conselho Nacional do Café (CNC), Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha (Minasul) e OCB, entidades organizadoras do evento.


Com o tema “A Importância das Cooperativas na Sustentabilidade da Cafeicultura Brasileira no Campo”, o Prêmio recebeu 57 materiais – inscritos e validados pela banca examinadora –, que são originários das cinco regiões (Sudeste, Sul, Nordeste, Norte e Centro-Oeste) do País e estão distribuídos em quatro categorias: TV, Rádio, Impresso e Internet.


O Prêmio Café Brasil de Jornalismo – 2017 é realizado pelo CNC, pela OCB, pela cooperativa Minasul e conta com apoio institucional da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT).


PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CNC — Também no dia 5 de dezembro, o CNC realizará reunião do Conselho Diretor, que terá como objetivo planejar as ações da entidade no ano de 2018.


É fundamental que nossos associados se façam presentes, uma vez que contaremos com a apresentação das propostas de orçamento para a elaboração do planejamento estratégico para o ano que vem.


Dessa forma, é vital que nossos conselheiros diretores analisem os materiais apresentados por essas empresas e façam a definição por conteúdo e valores que melhor se adaptem à definição do planejamento estratégico do CNC.


CAFÉ EM RONDÔNIA

O presidente executivo do CNC, deputado Silas Brasileiro, acompanhou o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, em visita ao município de Alta Floresta, em Rondônia, para conferir o potencial do estado como produtor de café. Eles participaram de debates sobre o setor e também visitaram produtores. A missão contou, ainda, com a participação de parlamentares e do presidente da Embrapa, Maurício Lopes.


Foi interessante e impressionante observar o que vem sendo feito em Rondônia, que ocupa a quinta posição no ranking da produção cafeeira no Brasil, totalizando uma safra de aproximadamente 2 milhões de sacas, com crescimento de 19% frente a 2016 devido ao aumento de produtividade ocorrido pela renovação do parque cafeeiro com a implantação de mudas clonais.


Destacamos, ainda, a importância da Embrapa nesses resultados alcançados em Rondônia, uma vez que a implantação de variedades desenvolvidas pela Empresa é a principal responsável pelo desempenho obtido. Alguns casos, por exemplo, apontam produtividade superior a 200 sacas por hectare.


MERCADO — Em movimento lateral, influenciado pelo comportamento do dólar e previsões de chuvas nas regiões produtoras do Brasil, os futuros do café arábica acumularam discreta queda nesta semana.

O último relatório da Comissão de Comércio de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês) mostrou que os fundos de investimento que operam na Bolsa de Nova York carregavam, em 7 de novembro, volume recorde de posições vendidas: 49.399 lotes.


Leia mais


Sobre Silas Brasileiro

Estatuto do Idoso 

Balanço Semanal

  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle