Jornalistas são premiados por reportagens sobre café


Quando o assunto é café, o Brasil ocupa posições de destaque em três rankings bem significativos: é o primeiro lugar na lista dos países que mais produzem e, ainda, que mais exportam e, considerando as nações que mais tomam a bebida, a segunda posição global também é verde e amarela.


O hábito de produzir e consumir café é tão importante para a economia brasileira que, além de sabor, o grão é fonte de renda, de emprego e de pauta para os veículos de comunicação.


E, para celebrar a importância do trabalho dos profissionais da imprensa que se dedicam a contar as melhores histórias envolvendo o cafezinho nosso de cada dia, o Conselho Nacional de Café, a Organização das Cooperativas Brasileiras e a Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha (Minasul) realizaram, nesta terça-feira, a cerimônia do Prêmio Café Brasil de Jornalismo.


Em sua primeira edição, a premiação teve como tema A importância das cooperativas na sustentabilidade da cafeicultura brasileira. O objetivo foi reconhecer e valorizar o trabalho dos jornalistas que fazem da cafeicultura uma fonte perene de pautas, contribuindo, assim, com o desenvolvimento do setor no Brasil.


Ao todo, 57 profissionais inscreveram suas publicações, mas apenas 12 foram classificados. Confira abaixo:


Categoria TELEVISÃO


1º lugar: Bruno Faustino, da TV Educativa ES, de Vitória (ES), com a matéria “Os segredos do conilon de qualidade do Espírito Santo”;


2º lugar: Sander Kelsen, da TV Alterosa Sul de Minas – afiliada SBT –, de Varginha (MG), abordando “Parceria no campo: o papel das cooperativas no desenvolvimento das lavouras”;


3º lugar: Gabriela Ribeti, da TV Gazeta – afiliada Rede Globo –, também de Vitória (ES), com a reportagem “Cooperativa premia produtores e incentiva a produção de cafés especiais em Itarana”.


Categoria JORNAL IMPRESSO


1º lugar: Flávio Bredariol e Marcos Fidêncio, do Jornal Debate, de Garça (SP), com o conteúdo “Cooperativismo fortalece produtores e fomenta a modernização da cafeicultura no século 21”;


2º lugar: Hulda Rode, com a reportagem “A semente que apaixonou o mundo” na Revista RDM Rural, de Brasília (DF);


3º lugar: Marlene Gomes, do Correio Braziliense, também da capital federal, com o conteúdo que destacou que as “Cooperativas são responsáveis por 48% da produção de café do país”.


Categoria INTERNET


1º lugar: Paulo Beraldo e Mariana Machado, do site De Olho no Campo, de São Paulo (SP), com seu conteúdo "Aceita um cafezinho?";


2º lugar: Jhonatas Simião, do portal Notícias Agrícolas, de Campinas (SP), com a matéria “Unidas e com apoio de cooperativas, cafeicultoras brasileiras vendem saca de café por mais de R$ 1 mil e começam a exportar”;


3º lugar: Esther Radaelli, do G1 ES, de Vitória (ES), com a reportagem “Famílias mostram que união é fundamental na produção de cafés de qualidade”.


Categoria RÁDIO


1º lugar: Terezinha Jovita, da Rádio Espírito Santo, de Vitória (ES), com o conteúdo “Como o bom café altera a vida do homem no campo”;


2º lugar: André Luiz, da Rádio Rainha da Paz, de Patrocínio (MG), com a matéria “História do café em Patrocínio e a importância do cooperativismo na cafeicultura do Cerrado Mineiro”;


3º lugar: Kelly Stein, do Portal Coffeea, de São Paulo (SP), com a reportagem “Qual o papel das cooperativas na sustentabilidade da cafeicultura?”


PREMIAÇÃO


Os primeiros colocados receberão, cada um, R$ 10 mil. Os totais a serem recebidos pelos segundos e terceiros lugares são, respectivamente: R$ 7,5 mil e R$ 5 mil.


Confira as FOTOS do evento.


Estatuto do Idoso 

Balanço Semanal

Sobre Silas Brasileiro

  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle