top of page

Brasil participa com destaque da 5ª Conferência Mundial do Café


A Índia recebeu na última semana a 5ª Conferência Mundial do Café (WCC 2023), um evento de destaque no setor cafeeiro global. O evento aconteceu em Bangalore. A realização dessa conferência, pela primeira vez na Ásia, foi uma iniciativa conjunta da Coffee Board of India e da Organização Internacional do Café (ICO). Durante o evento aconteceu também a 136ª Sessão do Conselho Internacional do Café.


O Brasil foi representado pelo Embaixador José Augusto Silveira de Andrade, os conselheiros Heitor Granafei, Antônio Carlos de Souza Leão da Rebraslon (Representação Permanente do Brasil junto aos Organismos Internacionais em Londres) e por Fabrício Andrade, presidente da Comissão de Café da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). O Conselho Nacional do Café recebeu da comitiva brasileira as principais informações sobre as deliberações realizadas durante a conferência.


Segundo Fabrício Andrade, “foi ótimo ter o Brasil presente na mesa com outros países produtores participando dos eventos de formulação de políticas, trocando informações e aprendendo com as melhores práticas de sustentabilidade dos outros. O Brasil enviou pesquisadores da Universidade Federal de Lavras e da Instituto Federal do Espírito Santo para falar sobre tecnologias de mecanização e melhores práticas de qualidade do café”, explicou.


Silas Brasileiro ressaltou que o encontro abordou temas fundamentais que impactam diretamente a produção. No entanto, o presidente do CNC acredita que as discussões precisam ir além quando o assunto é sustentabilidade econômica. “Muito se tem falado em produção sustentável. O Brasil está atendendo muito bem as agendas social e ambiental. Estamos com diversos projetos e programas que fomentam essa cadeia. No entanto, precisamos falar em renda próspera do cafeicultor. Num passado recente só se falava de renda digna. Isso não é suficiente, precisamos avançar para que as novas gerações de produtores de café sejam mais prósperas que os seus pais e avós”, analisou.


O evento teve dois momentos: a conferência com palestras e feira de negócios, e a reunião do Conselho Internacional do Café da Organização Internacional do Café (OIC). O encontro recebeu um público de aproximadamente 10.000 pessoas por dia, vindas de até 80 países diferentes.


A reunião do Conselho do Café definiu o vetor para o desenvolvimento da indústria: a OIC quer promover a sustentabilidade e a prosperidade por meio do aumento da renda de vida dos produtores. Silas Brasileiro elogiou a atuação da brasileira Vanusia Nogueira nos trabalhos. “Ela tem dirigido a instituição como Diretora Executiva da OIC com muita competência. Temos conversado bastante para colocar em pauta a abordagem econômica da cafeicultura”, explicou o presidente do CNC.



Mais informações para a imprensa Assessoria de Comunicação Alexandre Costa – ascomsilasbrasileiro@hotmail.com (61) 3226-2269

bottom of page