Café: produtor deve ter cuidado com a colheita precoce


A cultura do café tem muitas peculiaridades e uma das mais importantes diz respeito à colheita. Para se atingir bons níveis de qualidade da bebida, o produtor não deve antecipar o período de colheita antes de avaliar alguns pontos.

O primeiro deles é perceber se o grão já está maduro, o que é apontado através de sua coloração (vermelho ou amarelo, dependendo da variedade). Alto volume de frutos verdes pode machucar a planta no momento em que o café está sendo colhido. O padrão indicado por especialistas é quando a lavoura atinge cerca de 80% de maturação.

O segundo está ligado às entrelinhas do café. Antes de colher, elas devem receber manejo adequado, devendo o produtor preparar o ambiente para receber o maquinário.

Caso a colheita seja feita de maneira precoce, a qualidade da bebida será prejudicada. A alta incidência de café verde modifica as características sensoriais, dando à bebida um sabor diferente do que poderia alcançar caso tivesse sido colhida no tempo correto.

Um dos principais motivos da colheita precoce é o fato do produtor ficar com medo de que o fruto passe do ponto e, assim, ele perca um volume considerável da produção. Porém, isso ocorre por falta de conhecimento.

O Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) oferece linha de financiamento específica para a colheita. O produtor pode buscar o seu banco de relacionamento ou sua cooperativa de crédito para acessar a linha e ter melhores condições na hora de colher sua produção.