top of page

Parceiros do Programa Café Produtor de Água se reúnem no lançamento da UGP em Guaxupé


O Programa Café Produtor de Água esteve no centro de discussões em encontro realizado na cidade de Guaxupé, Minas Gerais, nesta quinta (13) e sexta-feira (14). O Conselho Nacional do Café (CNC) apresentou parte dos resultados do que já foi implementado pelo projeto. Durante o evento, todos os parceiros reforçaram a importância do programa e a necessidade de ampliação para outras regiões, cooperativas e bacias hidrográficas. O programa atende uma necessidade da produção de café do Brasil, ao cumprir requisitos de manutenção das matas ciliares e revitalização de mananciais, além da conservação de estradas vicinais para evitar assoreamento de nascentes, lagos, rios e represas. Cabe ressaltar que a produção de café brasileira é a mais sustentável do mundo.


Estiveram presentes no encontro o presidente e vice-presidentes da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo e Osvaldo Bachião, respectivamente, além de membros da diretoria e colaboradores da cooperativa, o evento teve também a presença do prefeito da cidade de Alpinópolis, Rafael Freire, gestor do município que está recebendo o projeto piloto do Café Produtor de Água. Outros parceiros que também marcaram presença foram: o diretor do Departamento de Abastecimento e Comercialização do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), Silvio Farnese, representando o Ministro Carlos Fávaro; Devanir Garcia, consultor técnico do projeto junto ao CNC; o presidente e o diretor técnico da Emater – Minas Gerais, Otávio Maia e Gelson Soares, respectivamente; representantes da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA); representantes da Copasa e da Conab. Outro parceiro que fez questão de enviar um vídeo de agradecimento foi o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

A iniciativa do projeto é do CNC que esteve representado pelo presidente Silas Brasileiro, pela assessora técnica da instituição, Natalia Carr e pelo consultor Devanir Garcia.


A expectativa é que o programa seja expandido em breve. Foi o que ficou claro nas palavras dos representantes da Cocatrel, Minasul e Cocapec, que prestigiaram a reunião com suas presenças.


O presidente da Cooxupé, Carlos Augusto, destacou a necessidade de toda a cadeia cafeeira abraçar o projeto, que é específico da produção. “Estou convicto de que esta reunião que hoje fizemos trará resultados vindouros, com muita eficiência, naquilo que vem atender às exigências do mercado consumidor, principalmente do europeu e americano. Esse projeto vem abranger a agenda ESG e estenderá para mostrar que a cafeicultura proporciona Carbono Neutro, o que estamos debatendo não apenas no Brasil. Temos a certeza de que o programa vai ecoar em todo mundo”, analisou.


Silas Brasileiro, presidente do CNC, reiterou a importância do projeto. “Essa reunião aqui se reveste de uma importância extraordinária, pois daqui nascerá a solução para o reconhecimento do valor do nosso café. Agradecemos a presença e o empenho de todos os parceiros que se deslocaram de locais distantes e vieram prestigiar esse momento marcante na história da produção cafeeira nacional”, agradeceu.


A comitiva fez ainda visitas técnicas às propriedades que estão desenvolvendo o projeto piloto do programa café produtor de água. Os produtores se mostraram prontos para participarem no projeto e agradeceram a iniciativa dos parceiros do programa em visitar as fazendas, que já estão demonstrando o compromisso com as ações implementadas através do projeto.


O representante do Ministério da Agricultura e Pecuária, Silvio Farnese, disse que é preciso que o Brasil saiba vender a informação ao mercado consumidor de que a cafeicultura nacional tem a melhor tecnologia, produz o melhor café do mundo, com o foco na sustentabilidade ambiental, social e econômica. “Nós somos capazes de fazer uma cafeicultura que preserva o meio ambiente e contribui com um cuidado extremo, visualizado através de programas como o Café Produtor de Água”, garantiu Farnese.

Devanir Garcia, consultor do programa, apresentou os próximos passos. Um deles é a formação de Unidades Gestoras de Projetos (UGP´s), que têm o objetivo de definir todas as diretrizes do projeto.


Na próxima semana traremos a fala de todos os parceiros do programa em um balanço semanal especial.


Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação

Alexandre Costa – ascomsilasbrasileiro@hotmail.com

(61) 3226-2269

Comments


bottom of page