top of page

Café: CMN atualiza Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar


Em uma sessão extraordinária realizada em 2 de julho de 2024, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a Resolução CMN nº 5.154, que ajusta as normas do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF), no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A medida atualizou os preços de garantia para diversos produtos da agricultura familiar, dentre eles o café.


Preços de garantia atualizados


A resolução, que entrará em vigor no dia 10 de julho de 2024, estabelece novos preços de garantia para produtos agrícolas, abrangendo operações de custeio e investimento com vencimento entre 10 de julho de 2024 e 9 de julho de 2025.


Entre os produtos listados, o café, ficou com os seguintes preços de garantia estabelecidos:


  • Café Arábica: R$ 637,91 por saca de 60 kg

  • Café Conillon: R$ 423,08 por saca de 60 kg


Esses valores representam um suporte significativo para os produtores de café em todo o país, garantindo preços mínimos para suas colheitas e ajudando a estabilizar a renda dos agricultores familiares.


O presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, comentou sobre os novos preços: “Embora esses valores não sejam o ideal, são justos para o momento, considerando que o mercado apresenta bons preços. Esses preços de garantia são um apoio essencial para os cafeicultores, assegurando um mínimo de estabilidade financeira diante das flutuações do mercado.”


A resolução visa fortalecer a segurança econômica dos agricultores familiares, proporcionando-lhes uma base mínima de preços que lhes permita continuar investindo em suas produções e garantindo a sustentabilidade de suas atividades agrícolas.


Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação

(61) 3226-2269

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page