top of page

CNC acompanha de perto as propostas do novo governo referente aos interesses da produção de café do


O Governo Federal anunciou várias adequações na estrutura dos ministérios. A partir de agora, o Ministério da Agricultura deixará de ter atribuição de Abastecimento, passando a se chamar Ministério da Agricultura e Pecuária. Com a mudança, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está desvinculada do Mapa e passa a fazer parte do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA). Outra alteração foi no Meio Ambiente, já que a pasta foi renomeada para “Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima”.


O Conselho Nacional do Café (CNC) está acompanhando de perto o processo de reordenação do Ministério da Agricultura, no qual abriga o Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) e a gestão do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) dentro do Conselho.


“Acreditamos que essas mudanças são para readequar as políticas públicas de acordo com a visão que o Presidente Lula tem do agronegócio como um todo. Estamos vigilantes com relação à nomeação dos secretários e assessores, representantes destas pastas e de outros Ministérios de nosso interesse, como o do Planejamento e Orçamento, e do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, já que está definida a ação do Ministério da Fazenda, substituindo o Ministério da Economia”, analisa Silas Brasileiro, presidente do CNC.



Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação Alexandre Costa – ascomsilasbrasileiro@hotmail.com.br

(61) 3226-2269

bottom of page