top of page

Semana de sólida recuperação das cotações do café em NY


Após as quedas constantes dos últimos meses, o café na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) parece estar se recuperando de forma sólida e deve fechar a semana em alta considerável. Segundo especialistas, o movimento acontece em razão do enfraquecimento do dólar e por compras especulativas.

O vencimento março/22, o mais líquido, encerrou ontem (26) o pregão em 167,15 centavos de dólar por libra-peso. Na semana a alta foi de 8% (1.235 pontos) em comparação com a cotação da quinta-feira (20). O café robusta na Bolsa de Londres (ICE Futures Europe) fechou esta quinta-feira em leve queda semanal de US$ 5,00 (0,25%) a US$ 1.964 por tonelada.

O dólar à vista continua caindo e fechou esta quinta-feira com 0,11% de desvalorização, em R$ 5,0745. Na semana, a moeda americana se desvalorizou consideravelmente em 2,55% com relação à brasileira.

A Somar Meteorologia informa que o fim de semana deve ter pancadas de chuva com risco de temporais em boa parte da região Sugeste. Neste sábado (28), as pancadas de chuva voltam a se espalhar pelo Estado de São Paulo, podendo cair forte no centro-norte do Estado, assim como no sul e na faixa oeste de Minas Gerais e no Estado do Rio de Janeiro. Já no Espírito Santo, as pancadas devem ser mais isoladas.

No mercado físico, os pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) informaram que as cotações subiram nesta quinta-feira. Os indicadores calculados pela instituição para as variedades arábica e robusta se situaram em R$ 1.048,76 por saca e R$ 679,75 por saca, com variação semanal positiva de 4,59% e de 1,49%, respectivamente.


Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação CNC

(61) 3226-2269

bottom of page